Vamos por caminhos novos

on

Eu me entendio as vezes. Dirigindo, as vezes gosto de descobrir caminhos novos, mas ao mesmo tempo, sinto conforto em seguir hábitos. E assim, sigo a vida entre hábitos e descobertas.

Eu gosto de pessoas inteligentes. Metidas a espertas não. Eu pego minhas filhas todos os dias para levar para o colégio. Sim, eu chamo de colégio. E vou pelo parque.

Há agora uma nova saída pela 12 e nela colocaram um balão. Levou meses de obras para fazer um balão. Não importa. Agora, quando terminaram, vi que restringiram o tráfego de quem vai adiante em uma única pista. Levou um dia para eu aprender isto. Todas as outras pessoas que passam ali todos os dias deveriam ter aprendido também, mas não. Todos os dias alguém me corta pela direita no balão furando a fila.

Falando em furar a fila, logo mais a frente, na saída da 9 tem um recuo para os pais deixarem seus filhos para outra escola. Talvez o mesmo esperto que fura o balão da 12, fura o pequeno tráfego que tem lá para ganhar o quê? 2 minutos?

Este comportamento antiético do brasileiro me irrita. Se queimar por pouco. Não ter um pingo de senso ou não pensar no carro a frente ou ao menos pensar no exemplo que dá para os próprios filhos que estão dentro do carro deles.

Hoje, eu saí na 12 para um compromisso e não é que vi ser possível pegar as meninas do mesmo jeito no mesmo tempo? O caminho novo é bacana e vai evitar ambos os possíveis atritos.

As vezes, caminhos novos te levam para situações melhores. É uma questão de olhar por uma nova perspectiva.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s